10 de maio de 2013

Quero encontrar uma editora para meu livro... Você pode me ajudar?


E

m mais um post da série Dúvidas de Escritores, vamos responder à "pergunta que não quer calar", que me é feita por diversos autores todo mês: "Quero encontrar uma editora para meu livro... Você pode me ajudar?"
Achar uma editora sempre é um grande desafio, eu mesmo estou com um livro à procura de editora já faz um ano.

Há muito o que falar sobre o assunto, então tentarei sistematizar a resposta na forma de tópicos:
  • Publicar por conta própria:
    • Em papel:
      • Procure uma gráfica séria que já tenha publicado livros, verifique os livros que ela já tenha publicado para ver se a qualidade lhe agrada, e caso positivo é só negociar preço.  Não esqueça dos detalhes: a empresa precisa oferecer (ou você procurar) um capista, um diagramador, um revisor, um ilustrador se for o caso, e alguém para registrar na Biblioteca Nacional e solicitar o ISBN para o livro.
      • Vantagens: você ganha mais por livro do que se fizer por uma editora, pois toda a renda da venda fica com você. O lucro por livro pode chegar a 70%, se você pedir um preço similar aos livros semelhantes de mercado
      • Desvantagens: você precisa se preocupar com todos os detalhes de produção, e você é quem vai ter que vender e distribuir (uma das coisas mais difíceis...) seu livro.  E, é claro, todos os custos de preparação (estes profissionais de que falei...) e de impressão são por sua conta.
    • Digitalmente:
      • Para publicar no Kindle: Acesse a Amazon (http://kdp.amazon.com.br), crie uma conta, faça upload de seu livro (em Word, por exemplo – o site converte para o formato de e-book automaticamente) e comece a vender.  Para garantir um trabalho em nível profissional, você ainda precisará contratar um capista, um diagramador, um revisor, um ilustrador se for o caso e fazer o registro na Biblioteca Nacional e solicitar o ISBN para o livro (ou achar alguém para fazê-lo)
      • Para publicar no iPad e outros tablets: há empresas que distribuem seus livros especificamente para uma plataforma ou livraria, e outras que oferecem serviços de distribuição mais ampla - basta pesquisar na internet para ver a miríade de opções à disposição dos autores.  Como não recomendo nenhuma em especial, prefiro me abster de sugerir alguma por aqui.
      • Vantagens: você ganha mais por livro do que se fizer por uma editora, pois toda a renda da venda fica com você. Além disso, não há custos de impressão do livro, nem dificuldades de distribuição.
      • Desvantagens: você ainda precisa se preocupar com todos os detalhes de produção, e arcar com os custos dos profissionais. 
  • Publicar por uma editora:
    • Vá a uma livraria e pesquise TODOS os livros que têm uma temática semelhante à do seu livro. Anote o nome e todos os dados (endereço, telefone, email, site, e nomes da equipe de edição) das editoras que os publicaram.  Anote também o nome dos autores que escreveram e prefaciaram o livro.  Verifique nos sites (ou por telefone ou email, se não houver esta informação no site) como a editora espera receber propostas de novos livros. Entre em contato com os autores e convide-os a prefaciar seu livro.  Organize suas propostas conforme os formatos indicados pelas editoras. Monte uma proposta editorial (essencial!), apresentando em uma página seu livro e porque ele é único. Ligue novamente para as editoras e tente agendar uma conversa (presencial, se possível) com o editor responsável pela seleção de livros do gênero do seu.  Converse com todos os que puder, contando em poucas palavras porque seu livro é único, e pergunte se pode enviar o livro em nome do editor (com quem você está conversando).  Envie o livro e a proposta editorial e cruze os dedos.   
    • Se você tem dinheiro para custear a produção: há diversas editoras, mesmo algumas grandes, que têm linhas de “novos autores” custeadas pelo próprio autor. Isso poupa muito tempo e dor de cabeça na procura de uma editora, e pode abrir a porta para futuras publicações custeadas pela editora.
    • Sobre a versão digital: Atualmente as editoras têm assinado contratos para publicar em papel e digitalmente; confirme se a versão digital consta do contrato e caso não conste, consiga com a editora uma autorização para que você publique no formato digital (você vai precisar disso para conseguir publicar na Amazon).
      • Vantagens:  A editora se preocupa com todos os detalhes de produção, impressão e distribuição, que geralmente são realizados por profissionais experientes contratados pela editora
      • Desvantagens: Você fica com apenas 10% do preço de capa (usualmente)
Em todos os casos, para que o livro venda você precisa se dedicar fortemente à divulgação: mesmo que ele seja publicado por uma editora, usualmente a verba para divulgação é pouca ou nenhuma. O que aumenta as vendas, sempre, é a divulgação do autor.

E você, teve alguma experiência boa ou ruim ao procurar uma editora para seu livro? Compartilhe conosco!

Gostou?  este post!

12 comentários:

MACHADOMANZA-ESCRITOR disse...

Escrevo no estilo literatura de cordel,os versos é rimado, já com mais de 60 histórias escritas,maioria são romances. Vem também histórias de lendas, e comédias. E mais de 50 poemas já escritos. Garanto que minhas histórias será gratificante aos leitores que lerem. Meus livros será editados coletânea de 10 histórias cada livro.

Alexandre Lobão disse...

Legal, Machadomanza.

O cordel é um estilo muito rico e muito brasileiro, espero que você faça muito sucesso!
[]s

Samira Sanabani disse...

Eu tô escrevendo um livro de comedia, estilo diario de um banana. Só tem um pequeno problema, tenho apenas 10 anos. E só vou terminar de escrever o meu livro quando tiver 11.

Alexandre Lobão disse...

Oi Samira,
Isso não é problema, muito pelo contrário! Sua idade traz duas grandes vantagens para você: primeiro, uma visão única, de pré-adolescente, sobre o assunto (o que deve gerar um livro bem mais divertido do que o de um adulto que tenta lembrar como era na sua idade...); e depois pelo marketing que você pode ter: são poucos os autores que lançam livros aos 11 anos, então ao lançar peça para entrarem em contato com os jornais locais, que com certeza seu lançamento vai virar notícia e ganhar uma boa divulgação!
Boa sorte, e quando for lançar, por favor divulgue aqui!

Eriketh disse...

Escrevo ficção cientifica, mas acho complicado achar uma editora, porém não entendo muito sobre como fazer. Antes de procurar uma editora, devo registrar na Biblioteca Nacional e solicitar o ISBN para o livro? ou a editora fará isso?
Grata!

Alexandre Lobão disse...

Oi Eriketh,

Adoro ficção científica, mas infelizmente realmente não temos muitas editoras que publicam este gênero no Brasil: a Rocco, a Aleph e a Devir são as maiores; mas há editoras como a Draco, Fundamento, Insular e Landmark que estão batalhando nesta área.

Quanto à sua questão, o registro na Biblioteca Nacional é interessante, barato e rápido de fazer; o site deles (www.bn.br), na parte de Serviços/Escritório de direitos autorais tem uma orientação bem objetiva sobre como fazer isso.

Já o ISBN é um código único que identifica cada edição de seu livro, e a editora é quem vai se preocupar com ele, então pode relaxar quanto a isso.

[]s!

Anônimo disse...

oi!!! to com 30 poesias otimas e quero publicar. Porem nao sei nem como começar. Não sei quem publicaria poesia hoje em dia!!

Alexandre Lobão disse...

Oi "Anônimo",

Como não escrevo poesias, eu não conheço as editoras desta área, mas o primeiro passo é sempre o mesmo: visitar as livrarias de sua cidade (ou da internet) e procurar por livros de poesias. Anote os nomes das editoras, e a partir daí comece a fazer seus contatos e estabelecer seu 'networking'.

E, é claro, Boa Sorte e Sucesso para você! :)

Gabi Dantas disse...

Oii Alexandre, estou escrevendo meu primeiro livro, tenho 19 anos e escrevo fantasias. Queria dicas de quais editoras poderiam se interessar por esse gênero.

Alexandre Lobão disse...

Oi Gabi,
Infelizmente não tenho nenhum contato especial com editoras que pudesse lhe ajudar.
O "macete" é procurar nas livrarias livros semelhantes aos seus, e ver quais editoras os estão publicando.
Boa Sorte!

Paula Caputo disse...

Olá Alexandre
Eu tenho um tema mais não sei como começar a escrever. Queria ajuda pois tenho uma vontade louca de publicar um livro. Queria técnicas de como começar

Alexandre Lobão disse...

Oi Paula,

Assim, em "linhas gerais", tem uma sequência de posts antigos com "seis passos mágicos" para escrever um romance, que podem te ajudar bastante. Confira aqui o último post desta série, que tem links para os demais:
http://dicasdoalexandrelobao.blogspot.pt/2011/04/seis-passos-magicos-para-escrita-de-um.html
Agora, imagino que se você realmente está empenhada em produzir seu livro, o ideal é você ver algo mais profundo, um "guia" que te conduz desde a ideia inicial até a publicação e divulgação. Esta é a proposta do livro A Bíblia do Escritor" (http://dicasdoalexandrelobao.blogspot.com/2016/08/lancamento-de-biblia-do-escritor-as.html), que lancei há pouco tempo. Por enquanto, só sei que ele está sendo vendido na livraria Visconde, em Brasília (https://www.facebook.com/viscondelivrariaecafe) mas já enviei um e-mail à editora perguntando aonde mais ele pode ser encontrado - depois divulgo aqui no Vida de Escritor.
Qualquer coisa estou à disposição.